terça-feira, 16 de setembro de 2008

Família da Pesada!

Todo mundo já percebeu que o filão de animações para adultos, vem conquistando mais adeptos, e já tocou fundo nas empresas do gênero que fazem programas e faixas exclusivas para o supracitado segmento.

A moda realmente pegou com os Simpsons, desenho mega popular criado por Matt Groening em meados de 89. Lá se vão quase 20 anos, onde a família amarela evoluiu e outros desenhos similares apareceram.

Quero me deter em um deles, Família da pesada (Family Guy no original) é acusado (erradamente, e já direi o porque) por muitos de ser uma cópia dos Simpsons. Bem, primeiro que os carinahs de Springfield, não inventaram a roda. Eles são uma sátira da família padrão de classe média americana. Ou seja, Peter Griffin e sua turma não são plagiadores dos Simpsons, são OUTRA paródia da família americana. Claro que possívelmente Seth MacFarlane, se inspirou nos Simpsons para começar o seu próprio desenho. Mas na minha opinião são desenhos bem diferentes.



Primeiro por que Family Guy tem 10 anos a menos. Criado em outra época, creio que o desenho foi favorecido pelo fato de Homer já ser bem aceito nas várias camadas sociais. Além disso Seth pode aprender e avaliar os episódios dos simpsons e ver como ele gostaria de formatar sua sátira.

Uma Família da Pesada é mais engraçado (sim, é) e mais criativo (sim, é) e muito mais impiedoso (uhum, é) do que os Simpsons. O desenho fala de coisas como a doença de Michael J . Fox, do assasinato cometido por O.J Simpson, e do consumo de drogas de George W. Bush, sem pudor nenhum. Detonam mesmo.

Mas o mais engraçado são as referências e flashbacks. São dezenas por episódios, que satirizam celebridades, desenhos, programas, coisas culturais, sempre com ironia e acidez.

Enfim, recomendo fortemente que assistam! E prestem atenção principalmente nas aventuras do bebê malvadoegay Stewie e do cão intelectualealcólatra Brian. Vale pelo non-sense e pela inteligência das piadas!

6 comentários:

Bruna disse...

O melhor são as ironias sem piedade, a começar pela letra do tema de abertura..

Perto de Family Guy, Simpsons é puramente ingênuo. Tipo, parece que as piadas da família amarela surgem pela burrice e pelo egoísmo, enquanto na Família da Pesada elas são mais malvadas e mostrando o perfil maníaco de cada um. São lados obscuros de uma família sem escrúpulos.

Acho que a diferença de tudo pode claramente ser notada pelos bebês: a Maggy só chupa bico, enquanto o Stewie pede plutônio pro Papai Noel.

Guilherme Pilotti disse...

Dessa safra pós-simpsons, gosto muito de American Dad e King Of The Hill.

Mas, me atendo no post em si, Family Guy é muito bom, eu gosto mais das piadas deles que dos Simpsons, o Brian é ótimo e a compulsão do Quagmayer é impagável.

Mas, ainda tem alguma coisa no Homer que me faz rir insanamente quando ele explica que uma mulher é como uma geladeira "Tem 2m de altura, 180kgs e faz gelo" podre de bêbado para os amigos do filhos na sala.

Germano Jaeschke Schneider disse...

Valeu pela dica. Nunca assisti a Family Guy.

O que eu não gosto d'Os Simpsons são suas liçõesinhas de moral.

Meu desenho preferido ainda é Beavis & Butt-head. Humor estúpido e imbecil, ao meu gosto.

Germano Jaeschke Schneider disse...

Publicado terça-feira? A velha tática do salvar rascunho...

Quem será? disse...

Descobri Family Guy em Curitiba (bendito hotel com FX!) e virei fãzaço da série. Ele lembra os Simpsons do começo, mas muito mais ousado e politicamente incorreto - algo como uma relação amante/esposa, por isso não consigo largar a família de Springfield.

Acho que o ponto forte, além dos que você citou, é que o desenho não se leva a sério e mergulha de cabeça no non-sense, como num dia que dois personagens dublados pela mesma pessoa (algo comum) se encontraram e começaram a discutir como tinham vozes semelhantes hahaha

Luz Fabiano (ainda com o nick arte)

Marcus Vinícius disse...

Esse desenho é foda, seria muito massa ir beber com o bebe Stewie. =D