sexta-feira, 5 de setembro de 2008

O poder do bigode!

Não se pode subestimar o poder de um vasto bigode. Jamais! Sei que esse item está meio em falta nos dias de hoje, fora de moda. Mas quem usa bigode não liga nem nunca ligou pra moda! A ausência do bigode no mundo contemporâneo certamente contribui para que o mundo ande tão sem graça, e tão vazio.

Outrora ele foi um artigo essencial para a masculinidade, o simbolo máximo da virilidade e da testosterona. Que fiqu claro que um bigode não é apenas um feixe de pelos que adorna os rostos masculinos (e por vezes femininos), é um sinônimo de personalidade, poder, além de ser muito intimidatório. Um bigodudo jamais perdeu uma briga. Homem que é macho TEM que usar bigode. Como em casa de ferreiro, espeto é de pau, enquanto meu pai ostenta fotos com um enorme bigode, o meu mustache tem a força de uma chinchila e não denota nada mais do que um “faço frete”.

Mas voltemos a questão etimológica (??) do bigode. Nos anos 70/80 e até nos early 90`s todo mundo que se prezava tinha bigodes: grandes astros do cinema e da TV, deuses da musica, jogadores de futebol e lutadores de vale tudo. Caras presença como Tom Selleck, Dan Savern, Hulk Hogan, John Lord (Deep Purple), Zenon, Yura, John Holmes e Ron Jeremy…

A ausência do bigode significa não só o fim de uma moda ultrapassada, mas sim o fim da masculinidade, do macho de verdade. Hoje em dia o bigode é um possível motivo de chacota, ainda mais num mundo metrossexualizado, onde depilação é comum aos homens mais modernos. O fato é que o moderno é meio afeminado, e, se fosse um cara, jamais usaria bigode.

O bigode é um símbolo, machista talvez, mas representa uma era onde as pessoas tinham personalidade e não eram artigos enlatados produzidos em larga escala. Um dia, creio eu, o bigode voltará à moda e eu poderei ostentar sem medo o meu mustachão, sendo venerado por meus semelhantes dentro de meu Camaro 68.

10 comentários:

Germano Jaeschke Schneider disse...

Quando este tão esperado tempo chegar, serei obrigado a fazer uns transplante "bigodular", levando uns folículos pilosos da barba para a região. Se bem que barba também tem sua conotação máscula, talvez não tão forte quanto o bigode.

Anônimo disse...

Eu tentei durante algum tempo usar um bigode, mas sempre fui alvo de comentário femininos do tipo "tira isso rápido, parece um carroceiro / caminhoneiro".

Dada essa conjuntura de fatores, sempre durou menos que 2 dias a minha aventura bigodística. Tentei também usar barba durante quase um mês, mas esbarrei no fato de ela coçar insuportavelmente. Tentei depois usar um cavanhaque, mas ao me olhar no espelho tive a sensação de estar olhando "gogoboy" e rapidamente a idéia de um cavanhaque morreu.

Barba ainda é o adorno na cara que mais tempo sobrevive - de tempos em tempos eu fico sem saco de fazer a barba e ela fica grande.

Mas tu falou uma coisa muito certa, hoje em dia, todo o homem é depilado, parece que é vergonha ter pêlos. Depilar peito, saco, cara ... daqui a pouco até os braços essas bixinhas depilarão.

Salvador! disse...

Tá, eu concordo contigo... mas o que eu vou fazer? Eu acho muito feio bigode.. não é a toa que foi só uma febre! hehehe

Germano Jaeschke Schneider disse...

A propósito, o bigodudo bem acompanhado da foto seria teu pai, André?

Salvador! disse...

@Germano: Não cara, é o Ron Jeremy, um ator porno gordo que fazia sucesso nos 80`s eheh.

Salvador! disse...

E aquele comentário ali em cima questionando os bigodes, apesar de teu meu nome não é meu!

Bruna disse...

Bah, pior, comentei com teu login! hehehe Tipo.. querendo gerar conflitos encima de tuas contradições hahaha

Anônimo disse...

Isso só corrobora o que eu disse, mulheres detestam bigode.

Salvador! disse...

@ Guilherme... mulheres gostam eh de dinheiro, não de homem!
ahaha

Quem será? disse...

vim pensando nesse post e o mundo perdeu mesmo MUITO em termos de culhão e até de inovação com a queda do bigode - que deve transportar um espírito de desbravador, bandeirante, navegador. desde que o bigode decaiu, a única grande "revolução" humana foi a Internet, sendo que o bigode testemunhou (e pq não causou?) um mundo que era um verdadeiro caldeirão efervescente de mudanças

com a minha calvície galopante, talvez terei que apelar para um cavanhaque para evitar o look Mussolini quando tiver culhões pra raspar zero, pq cabeça raspada + bigode = Sargento Pincel

Luiz Fabiano